Dores no ombro

Dores no Ombro

As dores no ombro são as terceiras dores musculoesqueléticas mais comuns após as dores nas costas e no pescoço. Podem aparecer em resultado de traumas, mas são mais frequentemente devido ao uso excessivo, desporto, desvios, hábitos posturais ou stress.

Na acupressão Tailandesa são classificadas em dois grupos consoante os sintomas:

  • Movimentos do ombro com dor que aparece com os movimentos.
  • Distúrbios da parte superior das costas ou ombro com dor que é independente dos movimentos do ombro.

No primeiro grupo estão distúrbios da articulação do ombro (articulação glenoumeral e acromioclavicular) que geralmente são condições mais graves e levam mais tempo para curar, apesar de as rotinas de acupressão Tailandesa mostrarem excelentes resultados na maior parte dos casos em que cirurgia não é necessária.

No segundo grupo estão desordens da parte posterior ao nível torácico e omoplata que são frequentemente menos graves e mostram melhorias mais rápidas.

As rotinas de acupressão não tratam deslocação de ombro ou sub-luxação,  no entanto podem ser tratadas as condições crónicas que aparecem normalmente em consequência destas lesões usando as rotinas de acupressão.

Já na Medicina tradicional Chinesa, a dor no ombro ocorre por um de três motivos. O primeiro é a estagnação do Qi e do sangue. É o que acontece com o uso excessivo, paragem forçada ou lesões. O segundo é o chamado síndroma bi  que pode manifestar-se por dor, hipersensibilidade, parestesias e principalmente, limitações de movimento.

Este sindrome, tem a ver com a combinação de vento, frio e humidade na articulação. Também pode ocorrer após uma lesão se não for tratada corretamente. É por isso que uma lesão antiga sofre com a mudança do tempo.

Por último existe espessamento da cápsula articular que leva a uma condição chamada ombro congelado.

Geralmente, o tratamento consiste em acupuntura ou eletroacupuntura, massagem, neuro-estimulação elétrica transcutânea (TENS), ventosas, moxabustão e fitoterapia. A massagem ou TENS são usados em primeiro lugar para relaxar os músculos e permitir que o sangue comece a fluir pela área. Em seguida, a acupuntura / eletroacupuntura é usada para relaxar mais os músculos e permitir a eliminação da síndroma ou estagnação Bi. A moxabustão também será usada com a agulha se houver frio na área. Para finalizar, a massagem é feita novamente.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Marque uma consulta

Faça a sua pré-marcação através do formulário abaixo. Entraremos em contacto consigo para confirmar a data.

Contactos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização deste website. Veja aqui a nossa Política de Privacidade.