Emoções

Emoções e sentimentos

O que são as emoções?
As emoções são uma reação a um estímulo ambiental e cognitivo que produz tanto experiências subjetivas, quanto alterações neuro-biológicas. Estão associadas ao temperamento, personalidade e motivações tanto reais quanto subjetivas. A palavra deriva do termo latino “emovere”, que significa movimento para fora. (Leland R. Beaumont, n.d.)

Esta descrição não deixa de ser interessante porque uma emoção é uma criação do sujeito como resposta a eventos. A sua expressão é compulsivamente no sentido externo porque a necessidade de a manifestar está na génese da comunicação daquilo que é importante no momento. Pode acontecer uma repressão voluntária dessa expressão, mas esse é um comportamento aprendido que a longo prazo tem efeitos negativos.

Outro dado interessante tem a ver com a diferença entre emoções e sentimentos. Apesar de coloquialmente se colocar tudo no mesmo saco, na realidade existe uma diferença entre as emoções e o seu efeito somático.

Em Português a expressão emoção está associada ao termo sentimento, mas na língua Inglesa a palavra “feelings” tem uma conotação muito mais próxima daquilo que caracteriza as sensações que se manifestam no corpo quando se produz uma emoção. Então quais são as diferenças? As emoções são catalisadas por eventos enquanto os sentimentos são comportamentos aprendidos que normalmente estão em hibernação até serem desencadeados por esses eventos.

As emoções são físicas e instintivas. Elas foram programadas nos nossos genes ao longo de muitos, muitos anos de evolução. (Hampton, n.d.) Embora sejam complexas e envolvam uma variedade de respostas físicas e cognitivas (muitas das quais não são bem compreendidas), o seu objetivo geral é produzir uma resposta específica a um estímulo. Por exemplo, a resposta do sistema nervoso autónomo (SNA) a um perigo eminente.

As emoções podem ser medidas objetivamente pelo fluxo sanguíneo, atividade cerebral, expressões faciais e posição corporal. Elas são produzidas pelo sistema límbico, o nosso centro de processamento emocional. Isso significa que são ilógicas e irracionais porque o sistema límbico está separado do neocórtex, a parte do nosso cérebro que lida com pensamentos conscientes, raciocínio e tomada de decisão.

Os sentimentos, por outro lado, são um processo consciente. São associações mentais e reações a uma emoção. São pessoais na medida em que são modeladas e adquiridas através da experiência.

A emoção vem primeiro e é universal. O tipo de sentimento ou sentimentos que virá a produzir varia muito de pessoa para pessoa e de situação em situação porque os sentimentos são moldados pelo temperamento e pela experiência individual. Por exemplo, Os sentimentos de alguém ao ver um leão numa jaula podem variar de curiosidade a admiração ou ainda pena e amargura.

As emoções sendo geradas por eventos, são passageiras e podem gerar sentimentos ou não. Já um sentimento, criado a partir de uma emoção, é duradouro. Um exemplo disto poderá ser o de alguém que ao sofrer turbulência acentuada numa viagem de avião fica com medo. Se passado um tempo tiver que andar novamente de avião, ao recordar o evento traumático passado poderá gerar ansiedade. O medo gerado pela presença do evento durou um curto espaço de tempo, mas as marcas gravadas irão continuar a reproduzir o mesmo tipo de sentimento em resposta ao primeiro evento durante muito tempo, mesmo que essa pessoa nunca mais venha a estar em contacto com turbulência em viagens futuras. (Machado, n.d.)

Acerca deste ponto é interessante observar que enquanto muitas das respostas emocionais acontecem inconscientemente, o pensamento descuidado e não mediado pode influenciar as nossas emoções desempenhando um papel poderoso na maneira como experimentamos o mundo.

Referências:

Leland R. Beaumont. (n.d.). Emotional Competency – Emotion. Retrieved September 11, 2019, from http://www.emotionalcompetency.com/emotion.htm

Hampton, D. (n.d.). What’s The Difference Between Feelings And Emotions? – The Best Brain Possible. Retrieved June 19, 2019,
https://www.thebestbrainpossible.com/whats-the-difference-between-feelingsand-emotions/

Machado, E. (n.d.). Entenda a diferença entre emoção e sentimento – Diferença. Retrieved September 11, 2019, from https://www.diferenca.com/emocao-esentimento/

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Marque uma consulta

Faça a sua pré-marcação através do formulário abaixo. Entraremos em contacto consigo para confirmar a data.

Contactos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização deste website. Veja aqui a nossa Política de Privacidade.