SDT

Síndrome do desfiladeiro torácico

A síndrome do desfiladeiro torácico é um grupo de patologias que ocorrem quando os vasos sanguíneos ou nervos no espaço entre a clavícula e a primeira costela (desfiladeiro torácico) são comprimidos o que pode causar dor nos ombros, pescoço e dormência nos dedos.

As causas comuns da síndrome do desfiladeiro torácico incluem trauma físico decorrente de acidente de viação, lesões repetitivas decorrentes de atividades profissionais ou desportivas, alguns defeitos anatómicos (como costela extra) e gravidez.

O tratamento da síndrome do desfiladeiro torácico geralmente envolve fisioterapia e medidas de alívio da dor. A maioria das pessoas melhora com essas abordagens. Em alguns casos, entretanto, o seu médico pode recomendar uma cirurgia.

Causas

Em geral, a causa do síndrome do desfiladeiro torácico é a compressão dos nervos ou vasos sanguíneos no desfiladeiro torácico, logo abaixo da clavícula. A causa da compressão varia e pode incluir:

  • Defeitos anatómicos.
  • Defeitos hereditários presentes no nascimento (congénitos) podem incluir uma costela extra, localizada acima da primeira costela (costela cervical) ou uma faixa fibrosa anormalmente apertada ligando a coluna à costela.
  • Postura deficiente.
  • Inclinar os ombros para a frente ou segurar a cabeça para a frente pode causar compressão na área do desfiladeiro torácico.
  • Um evento traumático, como um acidente de carro, pode causar alterações internas que comprimem os nervos no desfiladeiro torácico.
  • Atividade repetitiva. Fazer a mesma coisa repetidamente pode com o tempo, desgastar os tecidos do corpo. Podem ser notados sintomas desta síndrome se o trabalho exigir uma repetição constante como digitar num computador, trabalhar numa linha de montagem ou levantar objetos acima da cabeça.
 
Complicações

Se os sintomas não foram tratados precocemente, é possível que aconteça uma progressão dos danos, e pode vir a ser preciso recorrer à cirurgia. Esta é recomendada apenas quando os outros tratamentos não são eficazes. A cirurgia apresenta riscos maiores do que outros tratamentos e nem sempre resolve o problema.

Prevenção

A síndrome do desfiladeiro torácico que não é tratada durante anos pode causar danos neurológicos permanentes, por isso é importante ter os sintomas avaliados e tratados precocemente ou tomar medidas para prevenir o distúrbio.

  • Se é suscetível à compressão do desfiladeiro torácico, evite movimentos repetitivos e levantar objetos pesados. Se está acima do peso, pode prevenir ou aliviar os sintomas associados à síndrome do desfiladeiro torácico perdendo peso.
  • Mesmo se não tiver sintomas desta síndrome, evite carregar objetos pesados sobre o ombro porque isso pode aumentar a pressão no desfiladeiro torácico.
  • Alongamentos diários com foco no tórax, pescoço e ombros podem ajudar a melhorar a força muscular do ombro e prevenir a síndrome do desfiladeiro torácico.

 

Tratamento

Cada caso é um caso e por isso é possível que existam particularidades que aconselhem uma abordagem diferente. Em termos genéricos o tratamento no nosso espaço é feito com técnicas de massagem de reabilitação, com recurso ao Tok Sen e acupressão Tailandesa. Em adição poderá ser usada a acupuntura para ajudar a aliviar os sintomas de dor irradiada.

 

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Marque uma consulta

Faça a sua pré-marcação através do formulário abaixo. Entraremos em contacto consigo para confirmar a data.

Contactos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização deste website. Veja aqui a nossa Política de Privacidade.